Dicas sobre produção de cachaça

Melhorar a qualidade da cachaça e otimizar o processo de produção é o objetivo de todo produtor de caninha. Pensando nisso, preparamos este post com 7 dicas para quem deseja que o seu negócio seja o mais rentável possível. 

1. Legalize o seu alambique

Se você pretende comercializar a sua cachaça, é necessário que você legalize o seu alambique. Neste post falamos sobre a legislação e normas que o produtor precisa se atentar para não sofrer penalidades ao vender a sua caninha. É importante lembrar que, o produtor que passa à comercializar a sua cachaça, ele necessita respeitar as regras e normas vigentes. Ao contrário, o produtor pode ser multado. Além disso, se o alambique não for regularizado, o produtor não conseguirá espaço de venda no mercado, apenas em estabelecimentos pequenos e informais.

2. Comprove a qualidade do seu produto

Abordamos neste post sobre como a certificação do seu alambique pode aumentar as vendas. Sabemos que, atualmente, falar da qualidade do seu produto não é suficiente, é necessário comprovar. Para isso, é fundamental que você certifique o seu alambique. O selo da certificação é responsável por comunicar e garantir para o consumidor a qualidade do seu produto. Deste modo, a certificação permite trazer informações complementares como premiações e observações da qualidade da bebida como Premium, extra premium, dentre outras classificações.

3. Pratique uma produção sustentável

A regulamentação da cachaça exige certas normas e regras sobre o impacto ambiental da produção de caninha.

Preocupar-se com resíduos gerados pela produção e o aproveitamento da matéria prima são maneiras de praticar uma produção sustentável. Uma dica é utilizar o vinhoto e a cauda da cachaça para fazer álcool etanol. Deste modo, você evita o desperdício de matéria prima e pratica uma produção ambientalmente responsável.

Para saber mais sobre como incorporar práticas sustentáveis no seu negócio, leia nosso post sobre envelhecimento sustentável. Ele irá te auxiliar à aderir práticas sustentáveis na sua cachaça.

4. Mantenha a higiene da sua produção

Durante todo o processo de produção da cachaça é necessário que o produtor esteja atento ao manual de boas práticas. A colheita, a produção e o engarrafamento da bebida exige normas e práticas padronizadas. Se não respeitadas, além de ser penalizado, o produtor corre o risco de perder matéria prima por contaminação da bebida. 

5. Use a tecnologia a seu favor

Mesmo sendo a produção artesanal, aderir a tecnologia é fundamental para manter o padrão e garantir a qualidade da bebida. Pode parecer difícil para quem não está acostumado, mas a internet é uma grande aliada. A automatização e o gerenciamento de dados através da tecnologia facilita a vida do produtor. Utilizar recursos, como o nosso sistema de software, auxilia a gerenciar e verificar se a produção da bebida está de acordo com a legislação do mercado da cachaça. Como você pode ver neste depoimento da Cachaça Sanhaçu, eles contam um pouco de como o nosso sistema otimizou a produção deles.

6. Invista em estratégias de Marketing

Para vender cachaça é preciso pensar em estratégias. Portanto, criar uma estratégia de marketing é fundamental para consolidar sua marca de acordo com os valores e objetivos da empresa. Esta estratégia é denominada como branding, o qual consiste na  administração da imagem da sua empresa.

Para fazer o branding, é necessário o auxílio de profissionais de comunicação. Eles serão responsáveis por pensar como a sua marca deve ser construída para assim se consolidar no mercado. Se você quiser saber mais sobre branding e estratégias, leia este post, nele falamos um pouco o que é e o porquê investir nesta área.

7. Utilize uma embalagem adequada

Como você pode ver neste post, é necessário compreender que a embalagem não é um mero recipiente. Ela comunica a sua marca e também é responsável por assegurar a qualidade da bebida. Antes de engarrafar, é necessário escolher uma embalagem a qual esteja higienizada e que atenda à legislação da cachaça. 

Então, agora você sabe de práticas fundamentais para padronizar a sua produção e assim, garantir a qualidade da cachaça. Se você quiser saber mais sobre as normas de rotulagem de cachaça, baixe o nosso Ebook.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *