Para quem deseja regularizar e padronizar o seu alambique, preparamos esse post com dicas sobre rótulo, embalagem e testes

Como regulamentar o alambique é sempre um desafio para o produtor de cachaça. É preciso saber que para padronizar a sua produção existe uma norma. Detalhes como rótulo, embalagem e testes de análise fazem a diferença para manter a qualidade da bebida. Neste post, separamos algumas dicas sobre o que fazer neste processo de padronização e assim, facilitar a regulamentação do seu alambique. Confira!

O que é padronização?

A padronização consiste em igualar todo seu lote ou safra nas mesmas características químicas e sensoriais (GL, cor, aromas e sabores…) para a comercialização.

Este processo é baseada na normatização do padrão de qualidade da bebida. Ele é importante para quem deseja regulamentar o seu alambique, pois garante a qualidade e a segurança  da bebida para o consumidor. Se você quiser saber mais sobre a legislação e certificação do alambique, leia este post, preparamos pra você as principais leis e normas para você se guiar na certificação da sua cachaça.

Agora que sabemos o que é padronização e para que serve, vamos te dar algumas dicas para regulamentar a sua produção de caninha.

1) Adicione água potável na sua cachaça

De acordo com a legislação, para padronizar o teor alcoólico desejado você pode adicionar água potável para chegar à graduação ideal. Normalmente, antes de ser envelhecida, a cachaça tem o teor alcoólico em torno de 48% a 50%. A medida deste teor é realizada pelo alcoômetro, em % (v/v), a 20ºC. 

2) Use envasadoras e rotuladora

Use envasadoras e rotuladoras para agilizar o processo de finalização da cachaça e manter o padrão de qualidade na sua produção.

A envasadora garante o mesmo volume de líquido nas garrafas, já a rotuladora assegura que o rótulo seja fixado sempre na mesma posição, por exemplo, sempre na mesma altura. Deste modo, você evita que o rótulo fique com bolhas na colagem entre outras falhas.

3) Escolha uma embalagem adequada

Na hora de engarrafar, certifique se a embalagem está adequada à norma da legislação. É preciso que a embalagem esteja limpa e esterilizada. Uma dica é utilizar embalagens de vidro, com volumes de 50 a 1000 ml. Se você quiser saber mais, neste post, falamos sobre a importância da escolha da embalagem e do rótulo.

4) Capriche no rótulo

O rótulo e a embalagem precisam ser atrativas e informativas para o consumidor. Mas é fundamental que eles estejam de acordo com a legislação da cachaça. Como você pode observar neste post, a rotulagem e a embalagem são fundamentais para a padronização da bebida. Ademais, eles são os responsáveis por comunicar ao consumidor que você obedece às boas práticas da produção de cachaça e, assim, atestam a qualidade do seu produto.

6) Selecione tonéis com base em testes sensoriais

O contato da cachaça com tonéis de madeira é fundamental para garantir o aroma e o sabor particular da cachaça. Os testes sensoriais também estão incluídos como padrão de qualidade da sua bebida. Portanto, escolha bem qual tonel você irá utilizar, pois como você pode observar neste post, ele garante o sucesso da sua bebida entre os paladares mais exigentes.

7) Faça análises químicas constantemente

É necessário sempre fazer análise química da sua produção. Isso é importante para garantir que a sua produção esteja de acordo com as normas de boas práticas da cachaça. Deste modo, você garante a qualidade do seu produto e evita desperdícios da matéria prima.

8) Mantenha amostras do seus lotes anteriores

É importante que você sempre mantenha consigo amostras de todos os lotes já envasados da sua produção de cachaça. Deste modo, você terá uma mostra para usar como comparativo, a fim de repetir os mesmos padrões sempre.

Agora, mãos à obra!

Pode parecer difícil manter um padrão de qualidade da bebida, mas o segredo é a organização. Padronizar e testar periodicamente a produção da sua cachaça te auxilia a manter o padrão de qualidade da sua bebida e evitar desperdícios. 

Se você quiser saber mais sobre como gerenciar o seu alambique, baixe o nosso Ebook. Nele você vai aprender a controlar  a produção, as despesas e a lucratividade do seu alambique. Confira!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *